Cinema

AKASHI -あかし- (2017 – JAP/CAN)

Através de duas mulheres japonesas de diferentes gerações, Akashi apresenta o olhar de uma “cidadã estrangeira” sobre o que significa negociar o amor. Os “deveriam”, “seriam” e “poderiam” relacionados à escolha… e a graça de se aceitar quando há uma.

O filme foi o vencedor do prêmio Tellus Storyhive 2016 – Female Director Edition, foi finalista do NBC Universal Short Film Festival dando à diretora Mayumi Yoshida o prêmio Outstanding Writer Award, e foi selecionado para o Asian American International Film Festival de Nova Iorque, o EastVan Showcase, e o National Screen Institute Festival.

Você pode assistir ao filme e ouvir à trilha sonora original aqui!

 

 

 

 

 

 

 

DesTraçado (2018 – BRA)

Beatriz, uma arquiteta que vive às margens do Minhocão em São Paulo, tenta trabalhar em um ensolarado fim de semana. Por uma infeliz coincidência, seus desenhos acabam virando realidade de forma mágica, e então Beatriz decide alterar o seu futuro.

DesTraçado  rapidamente tornou-se um sucesso mundial e já foi exibido e premiado em diversos grandes festivais ao redor do planeta, tais como Worldfest Houston International Festival (REMI Winner), Student World Awards (Best Animation), RIFFA – Regina International Film Festival & AwardsAnima MundiAthens ANIMFESTAnimated Arizona Film FestivalAnimex AwardsInternational Animation Festival ChilemonosFEST – New Directors | New Films FestivalFirm Film FestivalIAFF – Golden Kuker SofiaMind The Indie Film FestivalDoc Sunback Film Festival

Você pode ouvir à trilha sonora completa aqui!

 

 

 

 

 

 

 

Multiverse Dating For Beginners (2017 – CAN)

Ivy e Dave estão se dando super bem… até que ela diz a coisa errada e o faz pirar. Típico. Mas esta noite não é qualquer noite. Há uma falha na Matrix, um déjà vu no ar, e Ivy tem a chance de ver como as coisas irão se desenrolar se ela jogar o jogo dos encontros de forma diferente.

 

O filme está encontrando grande sucesso em todo o mundo, tendo sido exibido e premiado por diferentes festivais como: Twister Alley Film Festival (Vencedor de Melhor Curta, Vencedor de Melhor Curta de Comédia, Nominado: Melhor Elenco de Comédia e Melhor Diretor), Windy City Film Festival (Vencedor de Melhor Direção, Nominado: Melhor Ator de Comédia e Melhor Atriz de Comédia), Cinema Spectacular (Vencedor de Prêmio da Audiência), Cinequest Film & VR Festival (Segundo colocado no Prêmio da Audiência), Portland Film Festival, e Vancouver Short Film Festival.

 

Você pode ouvir à trilha sonora completa aqui!

 

 

 

 

 

Up & Away (2017 – CAN)

Up & Away é um filme de ficção científica pre-apocalíptico que retrata as dificuldades de um casal em uma sociedade à beira do colapso. Os protagonistas, Marcus e Freya, têem a chance de recomeçar à bordo de Escambia, uma colônia espacial. O filme aborda as dificuldades que ambos encontram durante seus últimos dias na terra.

 

Up & Away estreou no Whistler Film Festival, e foi nominado como “Melhor Curta Estudantil” pelo Leo Awards 2018, além de ter sido selecionado pelos Vancouver Short Film Festival 2017Miami Independent Film Festival 2017, e New Haven International Film Festival 2017.

 

Você pode ouvir à trilha sonora original aqui!

 

 

 

 

 

The Annalisa (2017 – CAN)

Uma pintora francesa lembra-se de amores e loucuras passadas. Nós vemos o rosado mundo da década de 30 e a escura sombra que encobre a Europa da época. Evelyn deve então enfrentar o maior desafio de sua vida enquanto artista, e enquanto mulher.

 

The Annalisa está concorrendo a diferentes festivais ao redor do planeta.

 

Você pode ouvir à trilha sonora completa aqui!

 

 

 

 

 

 

 

CARDS – An Urban Faerie Tale (2017 – CAN)

Um jovem rapaz, Will, participa de um jogo de poker em que as apostas são seu tempo de vida. Enquanto joga, ele desenvolve uma relação com outra jogadora, Em, que sofre de uma misteriosa doença terminal. Conforme o jogo prossegue todos os outros jogadores se vão, mortos ou desistentes. Enventualmente, Will e Em descobrem que o campeão absoluto da mesa, o cego Ol’ Green Eyes, pode adivinhar as cartas das mãos dos outros jogadores através de seu olfato e audição super desenvolvidos. Will então cria um plano desesperado para derrotá-lo.

 

CARDS – An Urban Faerie Tale está concorrendo a diferentes festivais ao redor do planeta.

 

Você pode ouvir à trilha sonora original aqui!

 

 

 

 

 

Lizbeth (2017 – CAN)

No formato de um vídeo instrucional, Lizbeth apresenta Keith, um homem felizmente casado, vendendo sua casa. O dia começa então a caminhar mal quando sua esposa, Lizbeth, enlouquece perante a perspectiva de vender seu lar. Enquanto as visitas de compradores continuam, Keith permanece alheio às atitudes assassinas de sua esposa, descobrindo a verdade apenas quando Lizbeth está no piso superior da casa com Tess, uma mãe solteira gestante. Keith então corre para salvar Tess de um destino cruel.

 

Lizbeth está concorrendo a diferentes festivais ao redor do planeta.

 

Você pode ouvir à trilha sonora original aqui!

 

 

 

 

 

 

Overnight (2017 – CAN)

Kiera Douglas, ex-policial que atualmente trabalha como segurança noturna em um estacionamento 24 horas, se encontra presa durante seu expediente com uma criatura que possui poderes terríveis. Utilizando seu treinamento policial , Kiera deve tentar sobreviver até a manhã, com a finalidade de escapar de um destino terrível… destino que pode ser pior que a morte.

 

Overnight foi selecionado para o The Rio Grind Film Festival.

 

Você pode ouvir à trilha sonora original aqui!

 

 

 

 

 

 

 

Sinistro (2015 – BRA)

Sinistro conta a história de Filha, uma garota de 7 anos que passa a ser atormentada por uma incontrolável coceira em sua mão esquerda. O incômodo, cada vez
mais intenso, só cessa quando a garota utiliza essa mão para fazer desenhos, forma pela qual expressa sua subjetividade. Mãe, dona de casa de 42 anos, considera o uso da mão esquerda errada e a prática artística um desperdício de tempo, repreendendo Filha. Isolada do mundo e ignorada pelo marido ausente, espectro representado por meio de sombras e sons, Mãe dá vazão às suas frustrações reprimindo Filha de maneira autoritária. Sua violência cresce com os frequentes atrasos de Pai ao retornar para casa e a progressiva desobediência de Filha, que insiste em usar a mão proibida. A decadência da estrutura familiar controlada por Mãe a leva à loucura completa.

O filme estreou no Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo de 2016, além de ter sido selecionado para o Festival Internacional de Curta-Metragens de São Paulo de 2016 e para o Festival Estudantil Internacional VGIK, na Rússia.
Também foi selecionado em 2017 para o U-Horror Fest de Los Angeles.
O filme venceu o prêmio de melhor curta-metragem da “Sessão da Meia Noite” da Mostra Audiovisual de Cambuquira.

Você pode ouvir à trilha sonora original aqui!

 

 

 

Serenata (2016 – BRA)

O medo é constante na vida de quem habita a cidade grande. Simbiótico ao emaranhados de ruas e avenidas. Do silêncio surge um barulho; um olhar; uma janela. Cecília é envolvida pelo ritmo da cidade e de seus segredos em sua procura por reassumir o controle de sua vida e afirmar seu espaço.

O filme estreou no Festival Internacional de Curta Metragens de São Paulo de 2016.

Você pode ouvir à trilha sonora original aqui!

 

 

 

 

 

 

 

 

Words Are Dead And Other Things (2016 – CAN)

A criação parece vir da imperfeição. Parece vir do esforço e da frustração. E é daí que acredito que veio a linguagem. Digo, veio de nosso desejo de transcender nosso isolamento e ter algum tipo de conexão um com o outro. E tinha de ser simples quando era apenas uma questão de sobrevivência. Assim, tipo, “água.” Nós inventamos um som para isso. Ou “Tigre-dente-de-sabre-bem-atrás-de-você.” Nós inventamos um som para isso. Mas as coisas ficam realmente interessantes, acredito, quando nós usamos este sistema de símbolos para comunicar todas as coisas abstratas e intangíveis que nós vivemos. O que é, por exemplo, frustração? Ou o que é raiva ou amor? Quando eu digo “amor,” o som sai de minha boca e atinge os ouvidos de outra pessoa, viaja por este canal bizantino em seu cérebro, sabe, através de suas memórias de amor ou falta de amor, e ela registra o que estou dizendo e diz sim, ela entende. Mas como eu sei que ela entende? Porque palavras são inertes. São apenas símbolos. Estão mortas, sabe? E tanto de nossa experiência é intangível. Tanto do que nós percebemos não pode ser expresso. É indizível. E ainda assim, sabe, quando nos comunicamos uns com os outros, e sentimos que nos conectamos, e achamos que nos entendemos, acredito que temos uma sensação quase de comunhão espiritual. E este sentimento pode ser transitório, mas acho que é aquilo pelo que vivemos.

Você pode ouvir à trilha sonora original aqui!